Um grande conselho: trabalhe duro!

Como minha formação é na área de publicidade e marketing tradicional, acompanho alguns personagens e consumo conteúdos que talvez não sejam muito comuns no meio Multinível. Alguns conceitos do marketing tradicional são perfeitamente aplicáveis ao MMN. Outros, não. Porém, o conselho dado por um dos maiores publicitários do Brasil, o bahiano Nizan Guanaes, à uma turma de formandos na Bahia –  quando convidado à ser paraninfo da mesma – aplica-se à qualquer negócio e profissional do mundo que almeije o sucesso. Vez por outra preciso me utilizar dos ensinamentos contidos neste fantástico texto no meu trabalho com Marketing Multinivel. Essa semana fui mais além: imprimi o texto, que se encontra facilmente na internet, e fiz minhas as palavras do Nizan, compartilhando-o com algumas pessoas de meu grupo. Agora, vou presentear os leitores do blog com estas pérolas de sabedoria.

Nota sobre o autor: Nizan Guanaes é um dos maiores homens de marketing do Brasil. Após iniciar sua trajetória como redator estagiário na DM9, na Bahia, escreveu uma das mais brilhantes histórias de sucesso na publicidade brasileira, sendo premiado e aclamado nos maiores eventos desse setor, como o Festival de Cannes e o Clio Awards. Atualmente, Nizan é presidente de uma das maiores holdings de comunicação do país, e participa ativamente, como criativo, de uma de suas agências, a África Propaganda. Saiba mais…

Trecho do texto de Nizan Guanaes, enquanto paraninfo de uma
turma de formandos em Administração de Empresas na Bahia:

Dizem que conselho só se dá a quem pede. E, se vocês me convidaram para paraninfo, sou tentado a acreditar que tenho sua licença para dar alguns. Portanto, apesar da minha pouca autoridade para dar conselhos a quem quer que seja, aqui vão alguns, que julgo valiosos.

Não paute sua vida, nem sua carreira, pelo dinheiro. Ame seu ofício com todo coração. Persiga fazer o melhor. Seja fascinado pelo realizar, que o dinheiro virá como conseqüência. Quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser um grande bandido, nem um grande canalha. Napoleão não invadiu a Europa por dinheiro. Hitler não matou 6 milhões de judeus por dinheiro. Michelangelo não passou 16 anos pintando a Capela Sistina por dinheiro. E, geralmente, os que só pensam nele não o ganham. Porque são incapazes de sonhar. E tudo que fica pronto na vida foi construído antes, na alma.

A propósito disso, lembro-me uma passagem extraordinária, que descreve o diálogo entre uma freira americana cuidando de leprosos no Pacífico e um milionário texano. O milionário, vendo-a tratar daqueles leprosos, disse: “Freira, eu não faria isso por dinheiro nenhum no mundo. E ela responde: Eu também não, meu filho”.

Não estou fazendo com isso nenhuma apologia à pobreza, muito pelo contrário. Digo apenas que pensar em realizar tem trazido mais fortuna do que pensar em fortuna.

Meu segundo conselho: pense no seu País. Porque, principalmente hoje, pensar em todos é a melhor maneira de pensar em si. Afinal é difícil viver numa nação onde a maioria morre de fome e a minoria morre de medo. O caos político gera uma queda de padrão de vida generalizada. Os pobres vivem, como bichos, e uma elite brega, sem cultura e sem refinamento, não chega a viver como homens. Roubam, mas vivem uma vida digna de Odorico Paraguassú. Que era ficção, mas hoje é realidade, na pessoa de Geraldo Bulhões, Denilma e Rosângela, sua concubina.

Meu terceiro conselho vem diretamente da Bíblia: seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito. É exatamente isso que está escrito na carta de Laudiceia: seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito.

É preferível o erro à omissão. O fracasso, ao tédio. O escândalo, ao vazio. Porque já vi grandes livros e filmes sobre a tristeza, a tragédia, o fracasso. Mas ninguém narra o ócio, a acomodação, o não fazer, o remanso. Colabore com seu biógrafo. Faça, erre, tente, falhe, lute. Mas, por favor, não jogue fora, se acomodando, a extraordinária oportunidade de ter vivido.

Tendo consciência de que, cada homem foi feito, para fazer história. Que todo homem é um milagre e traz em si uma revolução. Que é mais do que sexo ou dinheiro. Você foi criado para construir pirâmides e versos, descobrir continentes e mundos, e caminhar sempre, com um saco de interrogações na mão e uma caixa de possibilidades na outra. Não use Rider, não dê férias à seus pés. Não se sente e passe a ser analista da vida alheia, espectador do mundo, comentarista do cotidiano, dessas pessoas que vivem a dizer: eu não disse!, eu sabia!

Toda família tem um tio batalhador e bem de vida, que durante o almoço de domingo tem que agüentar aquele outro tio muito inteligente e fracassado contar tudo que ele faria, se fizesse alguma coisa. Chega dos poetas não publicados. Empresários de mesa de bar. Pessoas que fazem coisas fantásticas toda sexta de noite, todo sábado e domingo, mas que na segunda não sabem concretizar o que falam. Porque não sabem ansear, não sabem perder a pose, porque não sabem recomeçar. Porque não sabem trabalhar.

Eu digo: trabalhem, trabalhem, trabalhem. De 8 às 12, de 12 às 8 e mais se for preciso. Trabalho não mata. Ocupa o tempo. Evita o ócio, que é a morada do demônio, e constrói prodígios.

O Brasil, este país de malandros e espertos, da vantagem em tudo, tem muito que aprender com aqueles trouxas dos japoneses. Porque aqueles trouxas japoneses que trabalham de sol a sol construíram, em menos de 50 anos, a 2ª maior megapotência do planeta. Enquanto nós, os espertos, construímos uma das maiores impotências do trabalho.

Trabalhe! Muitos de seus colegas dirão que você está perdendo sua vida, porque você vai trabalhar enquanto eles veraneiam. Porque você vai trabalhar, enquanto eles vão ao mesmo bar da semana anterior, conversar as mesmas conversas, mas o tempo, que é mesmo o senhor da razão, vai bendizer o fruto do seu esforço, e só o trabalho lhe leva a conhecer pessoas e mundos que os acomodados não conhecerão.

E isso se chama sucesso!

trabalho-multinivel

Você acha que este texto se aplica ao Marketing Multinivel?

25 COMENTÁRIOS

  1. Gostei do texto e do seguinte parágrafo:

    “Trabalhe! Muitos de seus colegas dirão que você está perdendo sua vida, porque você vai trabalhar enquanto eles veraneiam. Porque você vai trabalhar, enquanto eles vão ao mesmo bar da semana anterior, conversar as mesmas conversas, mas o tempo, que é mesmo o senhor da razão, vai bendizer o fruto do seu esforço, e só o trabalho lhe leva a conhecer pessoas e mundos que os acomodados não conhecerão.”

    Me identifiquei muito com isto pois já vi vários líderes superarem esse tipo de situação, e tenho amigos que estao sempre na “zona de conforto” e tentam me desmotivar com sua filosofia de vida vazia e carnal, os que, infelizmente, vieram ao mundo para ser “apenas mais um corpo na face da terra”…, bem, nada que o MMN não mude, desde que isso parta da vontade deles.

    Mas sempre que avisto esta mesma situação; quando sinto que há alguém sentado numa cadeira de bar e me olhando de “cima para baixo” e fazendo cara de “dó ou pena” por eu estar andando de pasta e roupa social na rua, me motvio ainda mais com estes fatos pois sei que amanhã a situação pode tranquilamente inverter-se!

    P.S: Estou no MMN há 5 meses e venho acompanhando o blog há algum tempo, achei super interessante o texto dos céticos e o desenvolvimento deste site.

  2. há pessoas brilhantes ai fora, o que devemos fazer é aprender com elas, sempra há o que aprender, acredito que uma grande mudança só acontece quando primeiramente a menta da pessoa é mudada ai sim a sociedade é mudada

  3. Os brasileiros tem muito que aprender com os países de primeiro mundo. O ócio está matando nosso povo. Mas eu vejo no Marketing Multinível uma saída para qualquer vítima dessa sociedade desorganizada.

    Ótimo artgo, Pablo. Inspirador!
    Tenho um artigo sobre trabalho em meu blog, mas no caso, falo de buscar resultados efetivos nas tarefas. Deixe comentários! http://bit.ly/K0MrYK

  4. Bom, resumidamente é preciso se perguntar: Qual o tamanho de seus sonhos e objetivos de vida? Quanto você quer ganhar e em quanto tempo? à partir daí lembre-se TUDO TEM UM PESO E UMA MEDIDA, ou seja, seus esforços devem ser proporcionais a tudo isso que você almeja.

    Deixo agora uma passagem do conto de fadas: Alice no País das Maravilhas.

    Ao se deparar com uma encruzilhada Alice indaga ao Sr. Gato:
    -Por gentileza para onde devo seguir? – pergunta Alice
    -Isso depende, onde queres chegar? – diz assim o Gato
    -Não sei dizer ao certo. – responde Alice
    -Então não importa a rota que sigas, minha querida! – finaliza o Gato.

    SUCESSO A TODOS!

  5. Texto muito bom.
    Creio que esse texto se aplica muito bem com ao MMN.
    Agradeço pelo seu blog!

    Adimiro muito seu trabalho!!
    Parabéns!!

    Muitos sucessos!

  6. Marketing Multinivel não é uma Fórmula Mágica para se ganhar dinheiro.
    Você ganha pelos número de novos distribuidores que você coloca no Negócio,e pelas movimentação de vendas realizadas por você e pela sua rede.
    É uma ótima oportunidade de se Conquistar a tão desejada independência Financeira, mas com bastante trabalho.

  7. Simplismente Sensacional !
    Temos que lutar muito para fazer da nossa vida e do nosso trabalho os melhores possíveis.
    Temos plenas condições de realizar nossos sonhos pessoais e profissionais, tudo depende de dedicação e persistência.

    • Olá, Dayane. Seja bem vinda! Pois é, também gosto muito desse texto. Não é atoa que seu autor foi eleito pelo Financial Times como um dos cinco brasileiros mais influentes da atualidade – o cara sabe o que diz. Volte sempre. Abraço e sucesso!

      • @Pablo™, Conselhos sábios são aqueles que indicam de maneira prática, objetiva e simples o caminho para se acertar o alvo. Esta carta nos dá sábios conselhos para que toda a nossa energia não seja desperdiçada com ilusões (sonhos mau fundamentados). Uma outra citação bíblica que adiciono é: “aquilo que você plantar, é o que irá colher”…

  8. Meu grande amigo e parceiro Pablo, fantástico texto esse do Nizan.

    Com certeza se aplica ao nosso modelo de negócio, nada se constrói sem trabalho duro.

    Um forte abraço à todos os leitores do Blog.

    Att,
    Júlio Miranda.

O QUE VOCÊ ACHOU DESTE TEXTO?

Por favor insira seu comentário!
Por favor, coloque seu nome aqui